CRMV - MT

Servidores do Indea participam de curso em Educação Sanitária e Comunicação em Saúde

Curso Indea Juscimeira 2

Foto: Reprodução

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) continua investindo na capacitação dos seus servidores. Desta vez, o curso é voltado para a preparação dos profissionais do Indea para a transição do status de livre de febre aftosa com vacinação para livre sem vacinação. O curso "Educação Sanitária e Comunicação em Saúde", visa preparar os profissionais da autarquia para uma atuação sanitarista e de maior proximidade com produtores e demais atores da cadeia produtiva.

O curso de Educação Sanitária e Comunicação em Saúde utiliza o método pedagógico da imersão. O objetivo desta técnica é concentrar esforços de todos os participantes, para os trabalhos em grupo combinados com trabalhos expositivos individuais, através dos quais se corrigem as posturas de apresentação e os vícios de comunicação.

Nesta semana, 25 profissionais, entre veterinários e agrônomos, participam da Fase I do curso, consiste na preparação dos servidores para desenvolverem técnicas de comunicação e de educação voltadas aos trabalhos de promoção e preservação da saúde agropecuária, pública e ambiental. Permite com que se crie um ambiente favorável para mudanças de comportamento, com uma visão voltada para o sanitarismo.

Após passar pela Fase I, os servidores dão continuidade com a Fase II do curso, que é direcionada para produção, aplicação e análise de diagnósticos educativos, preparando-os para, a partir dos dados coletados pelos Diagnósticos Educativos, construírem projetos de promoção e preservação da saúde agropecuária, pública e ambiental.

Entre os dias 26 e 30 de junho, um grupo com 21 servidores do Indea participou da Fase II. Na próxima semana, de 10 a 14 de julho, serão 28 participantes, entre eles, três veterinários do serviço oficial da Bolívia.

O curso é ministrado pelo veterinário Clovis Thadeu Rabello Improta, aposentado da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC) e atual consultor em educação sanitária e comunicação em saúde. Improta afirma que "o treinamento de educação sanitária é importantíssimo para que cada vez mais o Indea seja aceito e também para a construção de todo um trabalho de defesa sanitária de forma consciente por parte do produtor rural".

Ele acrescenta que "tanto agrônomos como veterinários, vão adquirir as ferramentas necessárias para esse tipo de trabalho de aproximação e de inserção do produtor no serviço de defesa sanitária".

Para a veterinária, Maria Fernanda Pimentel, que desde 2011 atua no Indea de Carlinda, "é um treinamento muito importante, visto que estamos nesse contato direto com o produtor, e a partir desde treinamento podemos estar mais capacitados para esse trabalho diário no campo, inserindo os conceitos da educação sanitária, sabendo estabelecer uma relação amistosa com os produtores e chegar ao objetivo comum, que é a sanidade do Estado".

A engenheira agrônoma, Vanessa de Souza Ribeiro, que trabalha no Indea desde 2013, na unidade de Tangará da Serra, disse que é uma reconstrução da forma de servir a sociedade. "Considero esse treinamento de fundamental importância porque educação sanitária é um termo que até então, era pouco divulgado. É uma mudança na nossa forma de atuar junto ao produtor, de estarmos mais próximos, e esse treinamento nos dá uma base de como fazer isso, por que o nosso foco era voltado apenas para a fiscalização, então é uma construção, uma reconstrução da nossa forma de servir a sociedade".

Para a realização desse trabalho, o Indea conta com a parceria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Fundo Emergencial de Sanidade Animal de Mato Grosso (Fesa-MT).

Fonte: Governo de Mato Grosso

Curtinhas

EXPEDIENTE do CRMV-MT

Excepcionalmente até dia 05/05/2017, o expediente ao público será das 13h às 17h, tal horário servirá para atender a demanda de contratos de Reponsabilidade Técnicas.

Informamos que a linha telefônica (65) 3634-2534 esta com problemas técnicos.
Para contato ligue: (65) 3634-4351; 5800; 1747.
ou nos envie um e-mail.

  CRMV-MT © 2013

  Rua Batista das Neves, 649 - Centro Norte
  Cuiabá-MT / CEP 78.005-190
  Fone/Fax: (65) 3634-4351 / 5800